Tuesday, April 23, 2013

A engrenagem

A grande
e velha
engrenagem da vida
continua a rodar.

Não importa
se os dentes da roda
estão gastos e cansados.

Roda e roda
e continuará a rodar.


The big
and old
gear of life
keeps spinning.

I does not matter
if the sprocket teeth
are worn and tired.

It spins and spins
and will keep spinning.

6 comments:

  1. A fotografia é soberba! E ilustra um poema que é vida e metáfora fantástica.
    Creio que, na vida, também, devemos ir afinando (não gosto de gerúndios) a corrente, por vezes com a supressão de alguns elos, para poupar os dentes da roda. Mas isto já é um complemento, um diálogo, não tanto um comentário.
    beijinho

    ReplyDelete
    Replies
    1. É verdade, um diálogo que se poderia ramificar como as braças de uma árvore. Pois que para muitos a corrente não se compadece nem pára. Não deixa de ser uma boa sugestão, a da supressão de alguns elos. Fazer o que podemos quando disso damos conta, a isso nos dispomos e queremos.

      Obrigada pelo comentário/diálogo.

      Delete
  2. e assim será, enquanto não se gastar.
    a foto está um mimo.
    um beijo

    :)

    ReplyDelete
  3. Melhor ainda em conjunto com o poema. Gosto muito de ambos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada. Muitas vezes nasce a imagem primeiro, e depois seguem-se as palavras.

      Delete