Friday, March 15, 2013

Mosteiro da Batalha

Mosteiro da Batalha
ou 
Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Batalha Monastery
© Photographer: Celia Maria Ribeiro Ascenso | Agency: Dreamstime.com
  

Em 14 de Agosto de 1385 os portugueses e os castelhanos estavam a preparar-se para um confronto, para decidir quem iria ficar com o trono português. D. João I, Mestre de Avis, fez um voto a Nossa Senhora: se ganhasse esta batalha, mandaria construir um monumento em sua honra.
Ganhando os portugueses, D. João I cumpriu o voto que tinha feito, e mandou construir o Mosteiro de Santa Maria da Vitória, conhecido como o Mosteiro da Batalha.
Começou a ser construído por volta de 1386, e a sua construção prolongou-se por 150 anos. As capelas imperfeitas fazem agora parte da história da edificação do monumento. Foram encomendadas por D. Duarte. Chamam-se imperfeitas porque estão inacabadas, devido à morte de D. Duarte e do arquiteto Huget.
Não havia população perto, e a a vila da Batalha nasceu associada à construção do Mosteiro, pois os construtores precisavam de sítio para se instalar. De um pequeno núcleo habitacional foram-se abrindo ruas, e construindo casas, e há medida que o tempo passava foi elevada à categoria de vila a 18 de Março de 1500 por D. Manuel I.
A construção deste mosteiro introduz o gótico flamenjante no nosso país. Contém também elementos de outras correntes, como o Manuelino e o Renascentista.
Podemos admirar o gótico na exuberância arquitetónica, nos detalhes da ornamentação, nos motivos religiosos utilizados e, admirar a sensação de luminosidade e profundidade do mosteiro.


Mais informação aqui no Igespar.

No comments:

Post a Comment